Fone
Revista
EDIÇÃO 159 – FEVEREIRO – 2018

Pesquisa conduzida pelo Centro de Inteligência Padrão (CIP) – que pertence ao Grupo Padrão – em parceira com o Serasa apontou que o Atacarejo –  uma mistura de atacado com varejo, cujo foco é o preço baixo – foi o segmento do varejo que mais cresceu em 2016, cravando um crescimento no faturamento de 16.8%. E qual a razão para este desempenho, que deixou para trás o varejo em geral (7.7%) e inclusive as livrarias e papelarias (2%)? O resultado é reflexo da crise que abateu o país nos últimos anos, levando os consumidores a procurarem o  varejo que oferece produtos a preços menores. “O atacarejo se tornou tendência motivado por um movimento de mudança nos hábitos dos consumidores mais sensíveis a preço, especialmente em épocas de crise”, declara Marcos Lancellotti, supervisor de marketing, trade e atendimento da TOP PEOPLE – empresa especializada em trade marketing e recrutamento e seleção, que foi o nosso entrevistado nesta edição para abordar o tema.

Outras Edições