Fone
Notícias
CATEGORIA DE PRODUTO – Para escrever e colorir
20/10/2017

Tecnologia, design e performance. Estão aí alguns dos aspectos que ganham cada vez mais destaque em produtos como lápis preto e para colorir. Uma das principais marcas quando pensamos em lápis, a alemã Faber-Castell, explica que realiza um importante trabalho de pesquisa para conhecer o consumidor, entender seus desejos e necessidades, e assim poder atendê-lo sempre da melhor forma. Além disso, a empresa está constantemente investindo em seus processos tecnológicos, no aprimoramento das linhas de produção e no desenvolvimento de matérias-primas.
Para essa temporada, a Faber-Castell traz novidades como o Ecolápis SuperSoft, que une tecnologia e design. Com 24 cores, mina com formulação exclusiva e segundo o fabricante, supermacia, o novo lápis tem acabamento all black somente com o capuz colorido e possibilita pintar, obtendo a mesma qualidade de cobertura, independente se o papel é claro ou escuro. Tudo isso em um estojo reutilizável e reciclável. Há ainda outros destaques como o Ecolápis regular 12 cores, que vem com mais 6 cores neon; o estojo Ecolápis Aquarelável 60 cores, que é composto por uma grande variedade de tons e vem com um pincel Soft Touch e o Ecolápis de cor GRIP em lata, que agora está disponível em 48 cores. Voltada às crianças entre 3 a 5 anos de idade, o Ecolápis Jumbo 12 cores + 2 grafites tem diâmetro maior e formato triangular ergonômico para facilitar a pega, além disso, a mina é mais grossa e resistente. Já na categoria Ecolápis de cor Grip, com as famosas esferas antideslizantes e formato ergonômico, há a linha Ecolápis de Cor Grip em lata, com 24 e 36 cores e o Ecolápis Grip cores + 2 grafites.
Em relação ao lápis preto, a Faber-Castell desenvolveu diferentes coleções. Em formato redondo, com a resistente ponta Max, que tem o propósito de oferecer maciez na escrita e durabilidade, tem as versões Let’s Go (para quem ama conhecer lugares) e Candy Party (inspirada no mundo dos doces), duas opções que trazem o conceito de colecionáveis; já para uso técnico, artístico, esboços e escritas em geral, com corpo sextavado e 10 graduações há o EcoLápis Grafite Castell 9000, que agora vem na versão 9000 8B, mais macio e escuro.  “Em nossa categoria de lápis grafite, os Ecolápis GRIP continuam agradando o público. O produto que traz exclusivas esferas antideslizantes e formato triangular ergonômico para maior conforto e firmeza no traço vem na nova versão EcoLápis Grafite Grip 2001 com três cores de acabamento: vermelho, azul e lilás”, cita Eduardo Ruschel, diretor de Marketing e Inovação da Faber-Castell.
Ruschel lembra que ao falar em lápis é preciso destacar a qualidade e todo o cuidado que a Faber-Castell tem na sua produção. São duas unidades fabris, no Brasil, (São Carlos-SP e Prata-MG) responsáveis pela produção de 1,9 bilhão de EcoLápis por ano e 9.500 hectares de floresta cultivada (em Prata-MG). “O nosso projeto de plantio e os EcoLápis são certificados pelo FSC® (Forest Stewardship Council) organização independente, não governamental, sem fins lucrativos, criada para promover o manejo florestal responsável ao redor do mundo. Em 2004, o nosso processo produtivo também recebeu o certificado ISO 14001, conquistando a recertificação em 2010. Vale registrar ainda que um estudo científico realizado pela Associação de Inspeção Técnica alemã TÜV Rheinland® confirmou, em 2015, que as florestas da Faber-Castell no Brasil absorvem mais de 900 mil toneladas de carbono. Isto significa que elas retêm consideravelmente mais CO2 do que a empresa emite em todo o mundo. Este estudo garantiu o certificado de empresa verdadeiramente carbono neutra”, declara o diretor de Marketing e Inovação da Faber-Castell.

Detalhes que fazem a diferença

A especialista de Marketing da Summit, Vanessa Moreno, observa que os estilos que vêm predominando na categoria são: em lápis preto, as estampas diferentes e chamativas; já nos lápis de cor a prioridade são produtos com muita qualidade e duráveis. Com relação às inovações, Vanessa, destaca na marca STAEDTLER, a presença da tecnologia ABS (Anti Break System) nas linhas de lápis de cor, encontradas nas versões tradicional, aquarelável e jumbo. Trata-se de uma camada branca que reveste toda a mina do lápis, evitando a sua quebra, tanto na ponta quanto dentro do lápis. Já a marca TRIS, além de desenvolver inovações para a qualidade dos seus lápis, também investe em detalhes como trazer os nomes das cores escritos nos lápis. “Nem sempre a inovação tem que vir da tecnologia!”, defende a especialista em Marketing.
A Summit em sua linha para colorir destaca o lápis de cor TRIS Mega Soft Color, comercializado em diversos modelos como a caixa tradicional, jumbo, bicolor etc. Todas as versões trazem apontador. Lançado há três anos segundo o fabricante, o produto, tem uma excelente aceitação não só pelas crianças, mas também por adultos. “Isso porque o lápis é muito macio e possui uma incrível cobertura de cor, já que é produzido com extra cera.  Além disso, tem formato triangular para facilitar o  manuseio. É só testar para atestar. Ele é, certamente, um dos produtos de maior sucesso na história da marca TRIS. Recebemos mensagens carinhosas e calorosas de consumidores no Facebook. Mais do que isso, o que prova esse sucesso foi a venda de todo estoque da caixa de 60 cores e o projeto de cocriação da lata de 72 cores, que lançamos na última edição da Feira Escolar”, contabiliza Vanessa.
Na linha de lápis preto, a TRIS lançou a coleção Metropolitan, temática das cidades de Tokyo, Londres, Nova Iorque e Paris. Além do nome dos locais, os produtos trazem ícones tradicionais e remetem a cada um dos lugares como a Estátua da Liberdade e a Torre Eiffel. E, por fim, outra novidade é a linha Line Up, mais uma coleção com modelos colecionáveis. Os lápis possuem estampados traçados dispostos de diferentes formas, sendo que o destaque vai para o brilho metálico.

Resistente, fácil de apontar e confortável para usar

O Gerente de Papelaria da BIC®, Felipe Favoretto, observa que na categoria de lápis, ganham cada vez mais relevância, produtos que tenham como características um fácil apontamento e resistência a quedas. “Independente do tipo de lápis é preciso que ofereça um excelente custo-benefício, conforto e segurança na escrita. A BIC®, seguindo as tendências globais e locais, investe em diferentes projetos e busca desenvolver produtos inovadores e que atendam às necessidades do consumidor”, pontua Felipe.
Entre os mais recentes produtos da BIC® para o segmento de lápis colorido estão o estojo redondo em lata, que contém 12 unidades e o Color Collection by Conté com 24 cores e corpo totalmente em preto, seguindo o conceito de produto premium e voltado para o público adulto. Ambos dotados da tecnologia BIC® Evolution, resultando em um lápis mais resistente, que não lasca, fácil de apontar e confortável para escrever e pintar.
Já na categoria de lápis preto, os últimos lançamentos foram o Evolution Colors e o Evolution Triangular. O primeiro teve o design repaginado e agora apresenta configurações exclusivas de kits e um pack promocional para o cliente. “Esse lançamento é uma das nossas apostas para fortalecer a plataforma de valor agregado da marca, com cores únicas e combinações diferenciadas de ponta e corpo coloridos”, justifica Felipe. Para o Evolution Triangular a aposta é em um formato diferenciado e design inovador, capaz de oferecer mais comodidade e conforto ao escrever. “Esse produto também faz parte da família Evolution, compartilhando as características marcantes dessa tecnologia: durabilidade, resistência e segurança no uso”, declara o gerente, acrescentando que a BIC® tem como uma das preocupações principais o investimento constante no mercado, a fim de oferecer cada vez mais lançamentos inovadores em design, usabilidade, conforto, segurança e acessibilidade.

Inspiração que vem das passarelas

A marca Molin busca inspiração nas passarelas para produzir o acabamento dos seus lápis preto e de cor. “Temos observado uma crescente procura por estampas de flores, corações e corujas. Em relação às cores nossas recentes apostas são no Rose Gold, o Pink and Blue e o total Black, além do Black and White. São referências que buscamos nos grandes desfiles internacionais e trazemos para a atmosfera dos nossos lápis”, explica Ricardo Santos, Diretor Comercial da Molin.
A qualidade é outro aspecto que a Molin afirma não abrir mão, oferecendo lápis de cor com uma escrita macia e alta cobertura, em versões 12 e 24 cores (esta última tem também a opção de vir em estojo de lata), aquareláveis, nos formatos normal e jumbo, além de uma extensa linha com personagens. Quanto ao lápis preto, além das características já citadas, o fabricante também oferece em várias graduações.

Para desenhos artísticos e para uso profissional

Há duas décadas, a Keramik distribui os lápis da marca tcheca Koh-I-Noor. Os lápis grafite estão disponíveis em uma gama de graduações que vai desde 10H até 8B. “As graduações que vão do 10H ao 2H são indicadas para o desenho técnico, pois seu grafite duro oferece controle e precisão nos traços. Já as graduações do H ao HB são ideais para realização de esboços, pois seu grafite de dureza mediana proporciona um traçado leve e firme. Enquanto as graduações do B ao 8B são indicadas para o desenho artístico. Seu grafite macio possibilita a criação de traços com espessuras diferentes, criando efeitos de volume, luz e sombra”, explica a executiva da Keramik, Lara Vohringer.
No portfólio da Keramik também estão disponíveis: lápis graduados aquareláveis, que podem ter seu grafite diluído em água e os lápis grafite integrais, sem capa de madeira e indicados para desenho e esboço.
Na linha de lápis coloridos há as linhas Mondeluz Aquarelável e Polycolor Artístico. “São lápis de qualidade superior, próprios para uso artístico e profissional. Possuem alta concentração de pigmentos, excelente cobertura e resistência à luz, garantindo um trabalho de qualidade com alta durabilidade e excelentes resultados de digitalização e reprodução. Por isso, também são altamente indicados para ilustradores, desenhistas e designers. Estes lápis estão disponíveis tanto em estojos quanto em cores avulsas”, cita Lara.

Maior rendimento e diversidade nas opções

Opções triangulares, sextavados e arredondados; minas de 2mm e 4mm; produzidos em madeira ou plástico, a Tilibra tem um amplo portfólio de lápis preto e colorido. Sob a marca Académie tem a linha de lápis de cor em resina, no formato sextavado e embalagens com 12 ou 24 cores. Ainda nesta categoria é citado o modelo Académie Triangular, versão em madeira e mina 4mm, que de acordo com a Tilibra, rende até 50% mais do que outros modelos no mercado.
Para o segmento de lápis preto, os lançamentos são das marcas Love Pink e Académie Poá, que vêm em embalagens com 72 unidades, têm formato redondo, são produzidos em madeira e têm duas estampas coloridas. Somam-se a essas opções as já consagradas linhas licenciadas das marcas Capricho, Jolie, Simpsons e Ben 10.

Cores diferenciadas

Quando a empresa Waleu decidiu comercializar lápis de cor e preto, encontrou na marca Norma uma perfeita parceria com propostas muito similares as suas. “Os lápis estão em total conformidade com os critérios da normatização brasileira, devidamente certificados pelo INMETRO, garantindo segurança na utilização. Além disso, são produtos que apresentam um ótimo custo-benefício. Os lápis de cor têm excelente matiz, tom e intensidade, há opções com 6, 12, 24 e 36 cores, todas as versões vêm acompanhadas por um apontador. A grafite é resistente, tem ponta mais grossa, macia e cremosa. Além disso, a marca oferece versões diferenciadas dos produtos, como as cores neon, metalizada e o produto multicolor. E, na linha lápis grafite, os produtos têm formato triangular, vêm em embalagens com 3, 12, 144 unidades”, explica Luciana Gomes, assistente comercial da Waleu.
A Waleu lembra ainda que a marca preza pelas questões ecológicas e sustentáveis. “Toda linha de lápis Norma é produzida com madeira de reflorestamento, a fabricação é proveniente de árvores plantadas em áreas exclusivas para esta finalidade, com o plantio de árvores de rápido crescimento, que podem substituir em diversos usos as madeiras nativas, que têm crescimento mais lento e extração mais difícil, reduzindo assim o desmatamento de florestas nativas e as consequências sociais”, esclarece Luciana.
Lápis líquido

A Newpen apresenta um novo produto, que vem para substituir o lápis convencional e a lapiseira. Chamado de lápis líquido, tem tinta apagável nas cores azul e preta, sendo possível escrever em papel, tecido e bordado. “A escrita no papel pode ser apagada usando a borracha da tampa; enquanto que para apagar as marcações feitas em tecido, por exemplo, basta passar o ferro quente. A grande vantagem do lápis líquido é que não é preciso mais utilizar o apontador e nem se preocupar quando o lápis cai e quebra o grafite, sendo perfeito para crianças e adultos”, esclarece o executivo da Newpen, Charles Fann.

Especialista quando o assunto são as lapiseiras, a Pentel apresenta a sua linha Orenz. Considerada técnica, permitindo traços precisos, estabilidade e conforto na escrita, possui mecanismo antiquebra de grafite e escreve, segundo a marca, até três vezes mais do que as outras opções de lapiseiras, sem a necessidade de apertar o botão de avanço. “Para utilizar a lapiseira basta clicar uma vez para descer a ponteira e outra para descer o grafite. Depois, é começar a escrever e não parar mais! O grafite não quebra e, por isso, não é necessário clicar mais vezes durante a escrita. A Orenz está disponível nos calibres: 0.2mm (exclusividade mundial da Pentel), 0.3mm, 0.5mm e 0.7mm”, cita a Supervisora de Marketing, Tamy Marins Perazzolo. A Pentel tem outras opções de lapiseiras técnicas, como a Sharp P200, P360, PG500 Graphgear, Graph 620, Graphgear 1.000 e PP500, que são procuradas por engenheiros, arquitetos, designers e ilustradores, além de estudantes universitários.
Ainda neste ano, a Pentel lançará uma linha de lapiseiras escolares com design clean e moderna. “Um modelo que vai surpreender o mercado, com ótimo custo x benefício. Para este público escolar, hoje nós temos produtos como as lapiseiras PD270 Twist-Erase Click e PL100 Energize-X, que apresentam um design moderno e borracha maior”, exemplifica Tamy. Enquanto que para o público infantil, versões com design simples e grip confortável, como os modelos AX119 Cometz e Fiesta são os mais procurados.

Cores da moda, opções que passam pelo fashion  à versões para profissionais

Quem também traz uma linha de lapiseiras técnicas é a Molin, que lançou no ano passado a linha Colors, com os produtos nas cores rose gold e nicol blue. “Trabalhamos para oferecer um ótimo produto e deixar os nossos consumidores satisfeitos”, afirma o Diretor Comercial, Ricardo.
Em suas lapiseiras, a Tilibra destaca o corpo resistente e o mecanismo de acionamento de excelente qualidade. A linha i-Point, por exemplo,  tem graduações 0.5, 0.7 e 0.9mm e está disponível em diversas cores, das clássica ao neon.
Para quem busca lapiseiras e portaminas próprias para desenho, esboço e ilustração, a Keramik distribui modelos da marca tcheca Koh-I-Noor com diâmetros que vão de 2,0mm a 5,6mm.

Modelos que vão do Slim ao Chic

Design diferenciado, cores vibrantes e conforto. São essas as características que compõem a linha TRIS de lapiseiras da Summit. Os principais lançamentos são os modelos Slim (0,7mm, vem num corpo fininho e em cores superfashion), Vibe (0,7mm, tem grip emborrachado e cores vibrantes) e Chic (também 0,7mm, tem corpo com impressão metalizada, criando um aspecto refinado. Além disso tem grip emborrachado para maior conforto.)

Visual e funcionalidade

O diretor de Marketing e Inovação da Faber-Castell, Ruschel, afirma que na categoria de lapiseiras o design é relevante e está diretamente associado aos diferentes momentos da vida dos consumidores. “A Faber-Castell investe em modelos de lapiseiras atraentes e funcionais, com um mix variado que agrega cores vivas, formatos diferenciados e ergonômicos. Além disso, cada um dos componentes e atributos dos produtos passam pelo crivo de qualidade, característico da nossa marca.”
O fabricante apresenta novo acabamento brilhante para as lapiseiras Poly Matic Super e Tri Click. A primeira vem nas cores azul claro, rosa e verde, nas espessuras 0,5 mm e 0,7 mm, tem borracha com sistema de extensão e conta com a exclusiva tecnologia Matic que avança automaticamente a mina. Já a Tri Click tem corpo triangular ergonômico, está disponível nas cores azul, rosa, lilás e preta e nas espessuras 0,5 mm e 0,7 mm.
A Faber-Castell também lança a lapiseira Poly 0.9 mm, que é indicada para pessoas que preferem um traço mais macio e intenso. Seu corpo com grip emborrachado e grafite 0.9mm são ideais para o consumidor que procura uma lapiseira com ponta mais resistente, traço macio e intenso. Além disso, a Poly 0.9mm possui borracha com capa protetora e está disponível nas cores rosa, azul e preta.

Tem opção para os pequenos consumidores

Para a sua linha de lapiseiras, a BIC® busca inovar em aspectos estéticos, como cores, design e formatos, sem deixar de lado a praticidade e o melhor custo-benefício. Em 2016, a marca lançou a linha Evolution Kids, desenvolvida especialmente para crianças em fase de alfabetização. Com um design especial, que ajuda a orientar a posição adequada dos dedos ao escrever, tanto para destros quanto para canhotos, a lapiseira com grafite preto de 1,3mm está disponível nas cores rosa e azul. “Esse produto surgiu da preocupação da BIC® em apoiar o desenvolvimento cognitivo das crianças, considerando que o estudo da escrita é uma fase importante para o progresso da coordenação motora dos pequenos”, explica o Gerente de Papelaria da BIC®, Felipe. Outro produto considerado inovador está na linha Velocity, que neste ano ganhou a versão Velocity Grip, com grip emborrachado e possibilidade de utilização de grafites de 0.5mm e 0.7mm, além de design atraente e novas cores. Outra novidade da plataforma Velocity são as lapiseiras Velocity Side Clic, com acionamento lateral. Disponível para grafites de 0.5mm e 0.7mm. “Nos preocupamos em desenvolver produtos com altos níveis de durabilidade, utilizando grafites mais resistentes e uma fórmula aprimorada para a mina de grafite. Além disso, uma tendência que sempre levamos em consideração é a pesquisa e desenvolvimento constantes a fim de oferecer produtos que auxiliem o processo de aprendizagem, já que um dos focos da empresa é a educação. O consumidor sempre preza por produtos acessíveis, práticos e de qualidade, pilares presentes no desenvolvimento de cada produto BIC®”, reitera Felipe.